sexta-feira, 1 de maio de 2015

Direitos? Educadores sofreram ataques por policiais

Direitos? Democracia? Educadores foram atacados por policiais ao lutarem por um futuro melhor, exercendo seu direito legítimo de manifestação. Muitos saíram feridos e desolados após manifestação. É repugnante a forma com que professores foram tratados, pessoas que recebem pouco para transmitir o conhecimento e formar cidadãos, cidadãos estes que os atacaram.

Professora agredida após o conflito.
Nesta quarta- feira (29) no Paraná, policiais usaram bombas de gás, balas de borracha, jatos d’água e até fizeram cães avançarem sobre os manifestantes para evitar um protesto organizado pelos professores da rede pública. Educadores são contra um projeto que altera a previdência dos servidores e buscavam evitar que este chegasse até a Assembleia e fosse votado pelos deputados.

Professores sendo atacados.
O texto foi aprovado, e o conflito terminou com mais de 180 feridos. Um vídeo divulgado na internet mostra funcionários assistindo de dentro do Palácio Iguaçu policiais atacando professores que protestavam. As imagens são revoltantes: quando policiais começam a lançar bombas contra os manifestantes, é possível ouvir pessoas dentro do Palácio comemorando. "Boa! É isso aí!"
                           

No protesto, cerca de 50 policiais se recusaram a atacar os professores e foram presos. Segundo um militar, as bombas azuis continham gás lacrimogêneo e as vermelhas, pimenta. As balas de borracha foram usadas para intimidar, já que eram centenas de pessoas para um pequeno contingente de policiais. Ele revelou ainda ao Paraná Portal que os 50 policiais militares deverão ser exonerados.


A Prefeitura escreveu na rede social que "por enquanto, trabalhamos para atender aos feridos e demonstrar que, sim, existe amor em Curitiba, mesmo em circunstâncias tão difíceis".

                         

Nenhum comentário:

Postar um comentário