sexta-feira, 11 de setembro de 2015

11 de setembro de 2001 - Maior ataque terrorista de todos os tempos

Há exatamente 14 anos, os EUA e o mundo depreciavam as piores imagens, e os EUA sofriam o maior ataque terrorista de todos os tempos. O ataque às Torres Gêmeas, após os choques consecutivos de dois aviões comerciais.
                           

Na manhã de 11 de setembro de 2001, 19 terroristas da Al-Qaeda sequestraram quatro aviões nos Estados Unidos. As aeronaves foram usadas como mísseis nos atentados que deixaram cerca de quase 3 mil mortos.
                                       
Duas das aeronaves sequestradas foram lançadas contra as Torres Gêmeas do WTC 

(Complexo empresarial do World Trade Center), a terceira atingiu o Pentágono, a sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, no Condado de Arlingtone a quarta caiu em um terreno vazio. 
                                
Osama Bin Laden, quem orquestrou os ataques, inicialmente negou, mas depois admitiu seu envolvimento  nos atentadosAlega-se que os três principais motivos para os ataques de 11 de setembro sejam: presença americana na Arábia Saudita, o apoio a Israel por parte dos Estados Unidos e as sanções contra o Iraque. Estes motivos foram ditos explicitamente pela Al-Qaeda em declarações pretéritas aos atentados.

Após os ataques, a taxa de aprovação do presidente 
George W. Bush subiu para 90%. A
 divulgação dos resultados das investigações oficiais sobre os atentados, gerou questionamentos relacionados a versão governamental sobre as causas e os responsáveis pelos ataques. Os teóricos discordam da versão oficial dos atentados, questionam as motivações e as partes envolvidas.

                             

Memorial do Pentágono foi concluído e aberto ao público durante o sétimo aniversário dos ataques, em 11 de setembro de 2008.



 Nesta sexta-feira foi realizado seis minutos de silêncio em lembrança as vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, durante uma cerimônia no Memorial do 11/9Em Washington, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua esposa Michelle, lembraram também o aniversário dos atentados terroristas com um minuto de silêncio nos jardins da Casa Branca. 

                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário