terça-feira, 24 de novembro de 2015

Descaso com a educação

Nesta última semana, a UERJ ( Universidade Estadual do Rio de Janeiro) sofre uma paralisação por conta da insalubridade no local. Cadeiras quebradas, banheiros precários, bebedouros impróprios para uso, empresas terceirizadas sem repasses, bolsas de assistência e dos residentes de medicina atrasadas.
Na última semana, o pagamento de bolsistas, residentes e de terceirizados da universidade foi suspenso pela Secretaria de Estado de Fazenda por falta de caixa.

O Foca na Notícia conversou com uma aluna de economia. Segundo a estudante, a universidade vem mostrando problemas estruturais desdo o início do semestre.
'' O que todos esperam é que volte mesmo dia 1. Estamos em época de acabar a matéria e fazer as provas finais.''

Banheiro feminino mês de maio
Em resposta, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse nesta terça-feira (20) que pretende normalizar o pagamento de terceirizados e alunos residentes da UERJ na primeira semana de dezembro. Alunos temem um possível greve, que então atrasaria o semestre. No mês de maio a universidade sofreu paralisação referente aos mesmos problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário